Blues




















Foto de "Angola em Fotos"



Tua voz desliza como um pássaro aberto na lâmina do dia
ilha que se levanta e voa a partir do Sol
lamento gritado da floresta por sua gazela perdida
choro grande do vento nas montanhas
ao nascimento de um escravo mais na história do vale

Tua voz vem de dentro da cidade
de todas as ruas bairros e leitos da cidade onde houver
um calor de pernas
contar o silêncio das horas guardadas a soco no sarilho
dos ventres
com um jazzman a assobiar na escuridão dos pares
a memória ácida do chicote
nos porões do Mundo




David Mestre
in «Subscrito a Giz - 60 poemas escolhidos»
Etiquetas: , , | edit post
Reacções: 
3 Responses
  1. Jorge Says:

    Grato pela amabilidade de se ter inscrito como seguidor do Azimute. Procurei corresponder, o melhor possível.
    Gosto e admiro este espaço, "com voz".
    Tudo o que temos é a nossa própria voz e provàvelmente essa voz responde-nos quando perguntamos por nós.
    Tenha um bom dia.


  2. Diego Cosmo Says:

    http://dcosmo.blogspot.com/ - Nova postagem! "cosmo a pé"


  3. Jose Sousa Says:

    Gostei muito, não só de seu blog, mas também do que escreve. tem muita coisa que me esclarece par me manter ligado e me deixa fascinado.
    Siga os meus, tem de tudo e alguma poesia de minha autoria. Vá para:

    www.congulolundo.blogspot.com
    www.queriaserselvagem.blogspot.com

    Um forte abração