Esperanças Rasgadas





Timor


Jazigo de uma alma
Que não pereceu
Nas névoas
De uma história que se perdeu
Na distância das lendas

...


Timor


Montanha de ossos
De uma valentia
Que bocas guerreiras
Abençoaram seus filhos
Para a perenidade dos dias

...


Timor


Onde a morte
só se consagra no combate
Para deter a vida
E contar a história às crianças
Que nascem para recordar

...


Timor


Onde as flores
Também desabrocham
Para embelezar
as sepulturas desconhecidas
‘em noites frias, infindáveis’

...


Timor


Onde as pessoas
nascem para morrer
pela esperança
em rasgos de dor
em rasgos de carne
em rasgos de sangue
em rasgos de vida
em rasgos de alma
em rasgos
da própria liberdade
que se alcança..
com a morte!



Xanana Gusmão
Etiquetas: , , , | edit post
Reacções: 
2 Responses
  1. goiaba Says:

    Gostei do blogue. Vou voltar!


  2. I am just writing to let you know that we've created a website that promotes Timor as a touristic destination and if possible would be awesome that you replace the one you have here with ours (the one in your site is dead! - turismotimorleste.com).

    Our site is www.visiteasttimor.com (any feedback is welcomed, we just launched last week :)