A ler, a reler... a meditar
















Eugénio Costa Almeida, no seu magnífico Pululu, manifesta a sua incredulidade perante as frequentes notícias de abusos vários levados a cabo por missões de apoio humanitário ou de paz, perante seres humanos em condições de extrema fragilidade.




Koluki, no seu blog, uma referência já incontornável, a propósito de uma iniciativa de Oprah Winfrey reflecte sobre a frivolidade de opções de apoio a certas iniciativas em detrimento do estrito dever de se fazer aposta no futuro, apostando na educação.




A este propósito, a foto que encima este post, de 1996 foi obtida por mim em Luanda, algures a caminho do Mussulo. Um jipe da ONU (UNAVEM II) transporta no seu interior pelo menos uma "catorzinha".


Estas práticas, o alheamento relativamente á missão, como se o propósito primeiro no local fosse o turístico e a sua percepção pelas partes teve como sabe consequências no reacender da guerra.


Mas não foram precisas mais que meia dúzia de horas de estadia em Luanda para me aperceber do ambiente que me rodeava.


Na visita de cortesia á Ilha do Cabo, numa esplanada de praia, um corropio imenso, a passagem insistente, isoladas ou em grupos, com sorrisos artificialmente construídos ao longo do tempo, insinuações... de crianças de olhar vivo mas infinitamente triste que trocam o juvenil corpo por algumas notas que sirvam para matar a sua fome e a da família.


Pior de tudo, a normalidade com que a situação era olhada.
Etiquetas: , | edit post
Reacções: 
6 Responses
  1. Amigão,
    valeu pelo apoio. Um ano muito bom pra nós todos.


  2. ELCAlmeida Says:

    Só faltava mesmoa Angola...
    Kandandu e obrigabo pelo "magnífico"; mais um para o ego.
    EA


  3. ELCAlmeida Says:

    Não diga nada a ninguém, mas roubei a foto e pu-la no pululu.
    Kdd
    EA


  4. Cacusso Says:

    Kafé...

    Missão de amigo é estar presente nos momentos difíceis.
    Conta com a amizade mesmo a esta distância física toda!

    Abraço.


  5. Cacusso Says:

    Amigo Eugénio

    Aqui é, também, Portugal... e o que está em Portugal é dos portugueses!
    Sirva-se á vontade.
    Sobre o magnífico é apenas, e sempre, justiça.

    Abraço.


  6. Koluki Says:

    Caro amigo Cacusso,

    Mais uma vez aqui demonstra que e' uma daquelas pessoas de quem, pela sua imensa generosidade, se diz serem "one in a million"... eu diria ate "one in a billion"!
    Nao se encontra facilmente hoje em dia, no mundo cada vez mais competitivo em que vivemos, alguem que consiga tao natural e desinteressadamente ser, como dizia Bessie Head, "a confederator in this new world"... Obrigada, portanto, mais do que pela mencao ao meu blog, pela atitude!
    Obrigada tambem por ter aqui enriquecido o meu comentario a iniciativa da Oprah e a sugestao que faco em relacao a Angola com um testemunho vivo da sua propria experiencia... esperemos, mais uma vez, que os recados nao caiam em saco roto!
    Tudo de bom para si e para o Kitanda e o Mbanza Kongo, que bem o merecem!
    Bjo,
    KK

    (PS: quanto ao Koluki, de facto gostaria que ele fosse um pouco "contornavel" neste momento em que esta semi-paralizado por um qualquer "problema tecnico" para o qual nao encontro causa nem solucao e que esta a impedir a pagina e varias das suas "features" de abrirem e funcionarem completamente... Enfim, um daqueles problemas para os quais a melhor solucao talvez seja dormir sobre eles e esperar que desaparecam por si quando acordarmos!)