Mãos atadas


















Não devo
Não posso
Calar a voz do coração
Esconder a solidão

Não devo
Não posso
Voltar o tempo
Vigiar o pensamento
Aprisionar a dor
Esquecer um amor
Matar a saudade
Destilar pequenas crueldades
Liquidificar as lembrança
Viver sem esperança

Não devo
Não posso
Beber os desalentos
Naufragar os sofrimentos
Matar os pensamentos
Amarrar os sonhos
Correr do medo
Desvendar velhos segredos
Beijar a cruz do destino e
morrer antes da hora!



Zena Maciel
Etiquetas: , , | edit post
Reacções: