Desejo




















Aterra-me nos lábios
Com teus beijos
E deixa-me voar nas asas do sonho
Iludido ainda por viver…

Navega-me
O corpo impuro
Do meu casco imaturando,
Com as ondas crespas e revoltas
Do teu negro e revolto cabelo.

Viaja por mim
Teu corpo em carícias
De voltas ao Mundo:
Sejam abraços tão fundos
Sem nunca lhes medir o fim!



António Cardoso
Etiquetas: , , | edit post
Reacções: 
1 Response
  1. Amigo Cacusso,
    Epero que teu Natal tenha sido lindo, com muita paz, muito amor, muita alegria e uniao!
    Estive ausente por uns dias, pelas festividades, mas ja' estou de volta!
    Beijos, flores e muitos sorrisos!