Espero


.. Posted by Hello


Por ti espero
desde que partiste
e aguardo o teu recado
em cada pessoa que chega;
Olho para os caminhos
todas as manhãs
na esperança de nos encontrarmos.

O cacimbo passou.
Nova folhagem cobrirá
daqui a pouco
a floresta
e tu não vens.
Depois
serão as chuvas...

De tanto te esperar
já sonho que chegaste.
Desperto ao latir dos cães
julgando ter chegado
quem vem bater-me à porta.
Esta esperança vã
é um tormento que em mim cresce
dia a dia.


Raul David
(Cantares do nosso povo)
(origem Ovimbundu)


In Casa de Angola

Morreu escritor angolano Raul David, autor de "Colonizados e Colonizadores"
O escritor angolano Raul David, 87 anos, morreu no passado dia 20 à noite, na cidade do Lobito, província de Benguela, vítima de doença.


"É uma biblioteca que desaparece, perdemos uma enciclopédia viva do passado colonial", afirmou o ministro angolano da Cultura, Boaventura Cardoso, em declarações à Rádio Nacional de Angola, numa referência à tradição africana que considera os idosos como bibliotecas de sabedoria.
O ministro angolano referiu-se ainda à obra mais conhecida de Raul David, intitulada "Colonizados e Colonizadores", considerando tratar-se de "um livro que é uma referência da literatura angolana, que trata de forma muito particular diversos aspectos do passado colonial".

Raul David nasceu em 1918 na Ganda, município do interior da província de Benguela, onde fez os estudos primários e passou grande parte da sua infância, antes de ingressar no seminário católico de Ngalangui.
O escritor iniciou a sua actividade literária aos 45 anos, mas a sua primeira obra só foi publicada quando tinha 57 anos.
"Colonizados e Colonizadores", publicado em 1974, foi a sua primeira obra publicada, a que se seguiram, entre outras, "Escamoteados na Lei" (1987), "Cantares do nosso povo, cantos em língua umbundo" (1987) e "Crónicas de ontem para ouvir e contar" (1989).
Antes de ser internado devido à doença que veio a provocar a sua morte, Raul David estava a preparar a edição de uma nova obra com diversos textos inéditos.
Etiquetas: , , | edit post
Reacções: 
3 Responses