História



















Tela de Márcio Camargo





Não havia sol
Não havia sombras
Não havia noite

Havia o mar e o luar
Numa hora indefinida

Havia a voz marítima
Num boiar de ossos
E de cascos de caravelas

E ninguém sabia ver
Para separar
Os ossos
Dos negros
E dos brancos

Havia uma vela branca
Sem barriga de vento
Mas cheia de cantos de Paz.



Tomaz Vieira da Cruz
Etiquetas: , , | edit post
Reacções: