Não Chamo Um o Maior e Outro o Menor





















Não chamo um o maior e outro o menor,
Quem quer que preencha o seu período de tempo
e lugar é igual a qualquer outro.

Meus signos são uma capa à prova de chuva, bons
calçados e um bordão colhido nos bosques.
Nenhum dos meus amigos busca descanso em
minha cadeira.
Não possuo cadeira, nem igreja, nem filosofia,
Não conduzo homem algum à mesa do jantar,
biblioteca ou casa de câmbio,
Mas conduzo cada um de vós, homem ou mulher,
para o alto de um outeiro
Minha mão esquerda prende-vos pela cintura,
Minha mão direita aponta em direcção de
continentes e estrada aberta.



Walt Whitman
Etiquetas: , , | edit post
Reacções: 
7 Responses
  1. Carocha Says:

    Parabéns pelo poema genial, e pelo blog que sigo desde há algum tempo...
    Tenho muito que aprender com quem sabe!!


  2. Seila Says:

    WW sempre a sua sabedoria e a sua palavra tratada como os maiores de ele é o maior! Obrigada!


  3. Mankakoso Says:

    Já eskólhi à minha misse Angóla! É uma garina vérrrde bwé bala bala!
    Já ganhou!
    Kandandu!