Reminescência

















às vezes o exílio
é uma árvore aberta
na imponderável noite

e nada espreita
a estrada larga
fonte do olhar

principia como um homem
multidões ao vento
a terra exangue
o grito arável



Luís Carlos Patraquim
Etiquetas: , , | edit post
Reacções: