Sem Medo de Viver





Na grandeza do infinito soltei minha dor !
Tracei meus caminhos nas estrelas
para decorar o céu da minha alma
Entreguei meus dias aos acasos da vida
Perdi de vista meu horizonte
Na concha do coração tranquei meu destino
Na colcha de retalhos do tempo costurei
as fantasias de azul
Estendi minhas mãos para o futuro
e desejei colher flores
Encontrei a nua crueldade dos espinhos
Mesmo assim segui em frente e sai recolhendo
todas as pedras do caminho
Quem sabe um dia construir
um castelo de sonhos !
Desbravei todas as fronteiras do amanhã
Coloquei o infinito nas minhas mãos
e perdi o medo de viver.


Zena Maciel
Etiquetas: , , | edit post
Reacções: