Cruzamentos

























Foto de Dirk S. Grossman, aqui





Tenho saudades da chuva
do meu Largo da Carvalha. Uma chuva
cinzenta e mole que abria longos riachos no meu peito de ansiedade
Tenho saudades do vento
do meu Largo da Carvalha. Um vento
agreste e serrano que agitava os plátanos
fazendo estremecer as folhas amarelecidas
no meu quintal de ternuras.
Tenho saudades das noites
do meu Largo da Carvalha. Noites passadas á mingua
de um abraço amigo e forte
noites de antigas vizinhas que me diziam
menina toma cuidado com os outros porque
tu és diferente e eles não gostam dos diferentes
histórias de lobisomem
cantigas do São João
rezas no adro da Sé.
Tenho saudades dos dias do outro lado do mar
dias de areia e de espuma a salpicarem-me o rosto
dias de barco sem cais nos escaleres da vida
dias de longe e de perto
a cruzarem o meu destino mestiço
entre as tílias do Rossio
e a ilha do chocolate.



Olinda Beja
Etiquetas: , , | edit post
Reacções: 
5 Responses
  1. Parabéns por estes 2 anos. Venho aqui deliciar-me com esta poesia.
    Um abraço


  2. ELCAlmeida Says:

    Que por mais anos a poesia e a boa escrita encontrem este local de culto.
    Um grande kandando
    Eugénio Almeida


  3. Cacussso, que saudades tenho da paisagem, do clima que uns dizem ser pouco afável, da simpatia e dos sorrisos de todos, dos olhares das crianças, da tranquilidade e do "leve leve só", dos passeios ecaminhadas, da vontade de descobrir novos locais e novas emoções, de, de, de...
    Foi com uma imagem como esta, com muitas palavras guardadas e muita vontade de as partilhar que a minha vida como blogger começou, uma semana depois do KITANDA.
    Parabéns pela continuidade com qualidade e pela nova imagem que está fantástica! bjs


  4. Cacusso Says:

    Á Brigida, á Isabella, ao António e ao Eugénio um imenso kandandu por me terem recordado que já se passaram 2 anos desde a abertura do estaminé...
    O "feito" só foi possível pelo incentivo que a vossa companhia, amizade e a riqueza das palavras de África representam.
    Obrigado a todos!


  5. Xico Rocha Says:

    A foto por si só já transmite uma beleza impar, aliada ao poema é um casamento perfeito.
    Parabéns.
    Rocha