Apenas


























Foto de Alan Cresto



Amor
Não me dês tanto, não.

Uma vez ou outra
Prende-me nos teus braços
E envolve-me na carícia morena e loira do teu desejo

Uma vez ou outra
E esquecerei tudo
Até as manhãs em que nos vêm buscar
E não sabemos se voltamos
E se somos homens ou coisas
E se conhecemos o sentido natural do riso
E se é verdade ou mentira
Os filhos a chamar
E a casa
E a mulher de olhos espantados de medo
Nem um assomo de remorso despertando

Amor
Não me dês tanto, não.

Só uma vez ou outra
Prende-me nos teus braços em cruz
E envolve-me na carícia morena e loira do teu amor
E na certeza de paz do teu carinho.

Só uma vez outra…

Só uma vez ou outra
Prende-me nos teus braços
Amor!


José Craveirinha
Etiquetas: , , | edit post
Reacções: 
4 Responses
  1. drakemberg Says:

    aqui está um blog que visito com frequência,assuntos muito variados,e muitos deles versando sobre Angola o que me fascina pois minha juventude foi lá passada
    zapataxz@gmail.com