Uma voz que canta convoca a terra perdida




















Foto de Rui Vale Sousa





Uma voz que canta convoca a terra perdida.

Quase em surdina, evoca os secretos lugares

da infância;

o sítio onde pousavam os pássaros

o quintal cheio de estórias

e - lembras-te? - a tarde em chamas.


A voz murmura:

O exílio é onde nada se recorda de ti

Nada te diz:

sou teu/és meu





José Eduardo Agualusa
Etiquetas: , , | edit post
Reacções: