Soneto ao mar




















amanhã vou acordar cedinho
para ver o sol raiar
e iluminar o caminho
que ao mar me há-de levar

de branco me vou vestir
e minhas tranças soltar
minhas tristezas despir
pra com lágrimas me lavar

vou andar pelo caminho
ao som de hinos e cantos
que eu mesma irei entoar

irei muito de mansinho
e, enfim, afagarei meus prantos
no mar que os há-de levar



Anny Pereira
Etiquetas: , , | edit post
Reacções: