O peso da vida















O peso da vida!
Gostava de senti-lo à tua maneira
e ouvi-la crescer dentro de mim,
em carne viva,

não queria somente
rasgar-te a ferida,
não queria apenas esta vocação paciente
do lavrador,
mas, também, a da terra
e que é a tua

Assume o amor como um ofício
onde tens que te esmerar,

repete-o até à perfeição,
repete-o quantas vezes for preciso
até dentro dele tudo durar
e ter sentido

Deixa nele crescer o sol
até tarde,
deixa-o ser a asa da imaginação,
a casa da concórdia,

só nunca deixes que sobre
para não ser memória.




Eduardo White
In "O pais de mim"
Etiquetas: , , | edit post
Reacções: 
2 Responses
  1. Ja sentia falta de tuas visitas tao queridas por mim!
    Bem-vindo de volta ao Eu Sei Que Vou Te Amar que estara sempre de portas abertas para pessoas queridas como tu!
    Beijos, flores e muitos sorrisos!


  2. Maria Says:

    Venho deixar-te um beijo de imensas saudades.

    MB