Porque me vem este odor forte






















Porque me vem este odor forte
Da terra onde há chovido
Em que cada átomo
Tem força poderosa
Nas células que germinam
Crescem e se dividem?
Porque me vem este perfume
De ervas orvalhadas
De múltiplas flores
E múltiplos odores?
Rosas ou crisântemos
Narcisos ou dálias
Tudo o vento traz
Em suas asas leves
Porque vem a mim
E me penetra assim?...
Será o anseio
O gosto de beber
Em sorvos largos
A seiva à minha volta?



Eugénia Neto
Etiquetas: , , | edit post
Reacções: