Tristeza

























Quando um dia
Despertares
Dessa infausta letargia
E compreenderes
A febre da ambição que me consome…

Quando entenderes

A expressão triste do meu olhar
Amargurado
Fitando o espaço
Numa ansiedade interminável

Quando souberes

Porque contemplo assombrado
O mar,
E invejo as aves que esvoaçam
Livremente pelo ar…

Ah … Então, Sim,

Nesse dia
Farto e desejado
Sentirás o coração palpitar
A maldição
De um ser aviltado
Que clama protecção



Beto Van-Dúnem
Etiquetas: , , | edit post
Reacções: