Como surgiu a Rabanada



















Fatias de parida?

Quem inventou a rabanada? Os portugueses.
Dizem que a rabanda surgiu, porque as pessoas aproveitavam os restos de pão duro, que a maioria jogava fora.
O doce é conhecido como fatia de mulher parida. É isso mesmo. Conta a história que a mulher rica que acabava de ser mãe, era alimentada com o pedaço do que chamamos de rabanada para aumentar o leite da gestante.
No nordeste do Brasil é conhecida como fatia parida, para além de serem chamadas de fatias douradas.
Em França, a delícia chama-se Pain perdu.





Rabanadas à Moda do Minho


Ingredientes:

2 pães de cacete com 0,5 Kg cada
0,5 l de leite
4 ovos inteiros
Óleo para fritar
Açucar areado e canela para polvilhar na proporção de 4 partes de açucar para 1 parte de canela em pó
Confecção :

Arranjam-se pão com dois dias de antecedencia. Cortam-se as fatias obliquamente, para as tornar mais compridas, e com a espessura de um dedo. Colocam-se num tabuleiro e regam-se com leite frio, de modo a ficarem bem demolhadas. Em seguida, batem-se os ovos. Pega-se nas fatias de pão, que se expremem um pouco entre as palmas das duas mãos, passando-as bem pelo ovo batido e fritando-as de seguida em óleo bem quente, virando-as para ficarem bem lourinhas de ambos os lados. Depois de fritas, escorrem-se e polvilham-se bem com a mistura de açucar e canela. Acompanham-se com molho que a seguir se indica:

Molho de rabanadas:

0,5 Kg de açucar
3 dl de água
Uma casca de laranja
Meio calice de vinho do Porto doce
Mistura-se o açucar com a água e a casaca de laranja, leva-se ao lume e deixa-se ferver durante três minutos.
Junta-se o vinho do Porto, deixa-se levantar fervura e retita-se do lume.
Serve-se frio.
Etiquetas: , | edit post
Reacções: