Esperança






















A lua assoma entre as nuvens
Em rodopio com o contraste dos ventos
Raios de luz desfilam pelos matagais
Abafando prantos de ansiedade


E nas sanzalas solitárias
Quebram-se as trevas da noite
E renasce a esperança do amanhã



Beto Van-Dúnem
Etiquetas: , , | edit post
Reacções: 
1 Response
  1. ELCAlmeida Says:

    Meu caro, tal como a nossa África continua a manter intacta a capacidade de me surpreender.
    Um grande obrigado e um kandando enorme.
    Eugénio Almeida