Poética



















Não sei palavras dúbias. Meu sermão
Chama ao lobo verdugo e ao cordeiro irmão.

Com duas mãos fraternas, cumplicio
A ilha prometida à proa do navio.

A posse é-me aventura sem sentido.
Só compreendo o pão se dividido.

Não brinco de juiz, não me disfarço em réu.
Aceito meu inferno, mas falo do meu céu.



José Paulo Paes
in "Um por todos"
Etiquetas: , , | edit post
Reacções: 
2 Responses
  1. IO Says:

    Olha, olha: Cacusso & Kitanda new look, está bonito pá, e a música é linda!, beijo, IO.


  2. Denudado Says:

    Se cacusso é nome de peixe (bem saboroso) de rio em Angola, porquê a figura de um chimpanzé?