As perguntas e perplexidades…

























- Se O FC Porto tivesse apenas 4 pontos de avanço sobre o Sporting CP a decisão seria de punir com 6 pontos??? Ou seria menos???
- Mesmo que fosse punido com os 6 pontos, perante a perda do título, levaria o FCP a manter a decisão de não recorrer – com a inevitável assumpção de culpa?? Ou nestas circunstâncias recorreria???
- Há alguma “alma penada” neste país que acredite na “forma tentada” de coacção???
O que é isso??? É preciso o quê??? Depois de correrem atrás de José Pratas pelo campo todo, darem um “enxerto” de porrada frente a todos os espectadores???
- A “invenção” da forma eufemistica da “tentiva” serviu apenas para regulamentarmente se evitar a descida de divisão do FC Porto???
- Então porque não se concedeu ao Boavista a mesma benesse??? Alguém teria que pagar as favas…
- Qual a razão por que os pontos são convenientemente descontados esta época e não na próxima época… com início da prova com pontos negativos??? O regulamento não prevê…
- Sendo a FIFA um “estado” multinacional, com vários estados-dentro-do-estado… porque permite que em questões tão sensíveis para o desenvolvimento e nome da modalidade cada federação ou liga tenha a sua própria forma “original” de interpretar e regulamentar?? E não é apenas este caso, a aplicação da pena disciplinar dos cartões exibidos pelos árbitros…é escandalosa em Portugal. Nas provas internacionais, os jogadores que nas provas nacionais são penalizados com uma suspensão de 1 jogo pela amostragem de 5 cartões amarelos, teriam cumprido 2 jogos de suspensão e estariam a caminho do terceiro… Mas, além disso, há a atitude… nas provas nacionais os jogadores permitem-se discutir e envolver os árbitros… nas provas internacionais há respeitinho porque sabem o que custa. E se o respeito falta…é porque, como se viu já em várias ocasiões de tensão, a nível sobretudo da selecção, vem á superfície a indisciplina recalcada mas que lá se encontra latente.
- Porque decidir agora sobre este processo??? Qual a razão?? Qual a pressa???
- Se o processo “Apito Dourado” que corre nos tribunais comuns… der em nada, o que irá acontecer ás decisões tomadas no âmbito deste processo??? Já adivinhei…mais um alargamento e chorudas compensações!
- E se o mesmo processo provar que além das nomeações tipo “quando-o-telefone-toca” houve efectivamente da parte de todos os protagonistas coacção efectiva??? A CD da LPFP efectuará a revisão do processo?? Em que época é que o FC Porto descerá de divisão???
- Ou será que a disciplina desportiva pretende condicionar o curso do outro processo???
- Que razão existe para que a imprensa com ligações ao Porto, em particular, e toda a imprensa desportiva de uma forma geral tenha emudecido tão repentinamente???

São demasiadas perguntas!
Há com certeza respostas para muitas… mas para outras não há.

Desportivamente não vejo qualquer diferença entre o FC Porto, a Juventus, o Milão, O Swarovski Tirol, o Benfica, o Sporting, o Dínamo de Kiev… as questões de justiça desportiva a este nível devem ser universais e definidas de forma clara e precisa pelo organismo máximo que tutela o futebol.
Etiquetas: , , , | edit post
Reacções: