Esqueleto sufocante da alma


















Namorei um aquário
penetrando senti o consolo do fogo
e abraços de peixinhos
na areia senti a ternura
das tuas mãos macias

Subi ao céu e senti no meu peito
o esqueleto sufocante das
estrelas luminantes

Desabafei com a relva
descarreguei a bílis
e senti consolo das nossas falas


Kanguimbo Ananaz
Etiquetas: , , | edit post
Reacções: