Poema de amor
























Adoro-te, África semente
amor profundo
nobre fruto do meu eu vivente.
Adoro a calidez das tuas tranças,
manta preta do meu primeiro calafrio.

E o dorso largo em que dormi o sono infantil
e acordei já homem feito.



Jorge Macedo
Etiquetas: , , | edit post
Reacções: