Absolutamente inenarrável...























Capa do livro, retirada daqui


O que é transcrito em seguida a este pequeno comentário, em qualquer país onde seja, de facto, vigente um Estado de Direito Democrático teria consequências imediatas.
Em Portugal este tipo de situações entra directamente no anedotário nacional e faz as delícias das conversas de café...
No fim subsistirá o nacional-porreirismo que tende a transformar "líderes" destes em heróis, primeiro, e a seguir em vítimas, nada acontecendo.
Esta situação é absolutamente insustentável, vergonhosa, indecente e atentatória dos mais elementares direitos e deveres civilizacionais.
Equivale a uma confissão voluntária dos ilícitos e espera-se que as entidades e personalidades do mundo da justiça, algumas bem visíveis na blogosfera, façam um pequeno intervalo na "Guerra a Alberto Costa" para fazerem qualquer coisa!
O fanatismo (e todas as manifestações a ele associadas) tem que ser combatido com justiça, de uma forma isenta, global, sem paixões... esteja onde estiver, venha de onde vier!
O que aqui está descrito nada tem a ver com desporto ou a paixão a ele associada!



Texto retirado do Mocho Falante.



Fernando Madureira o líder da claque dos super dragões lançou um livro, escrito claro está por outra mão, o jornalista Filipe Bastos, e com a chancela da editora Gaiense. Tem relatos onde se pode ler a descrição de tudo, raptos, assaltos, agressões, ódios e paixões… aqui ficam alguns trechos desta pérola:

BENFICA INIMIGO,PORTUGAL "AMIGO"
"O BENFICA é o nosso inimigo mortal. É ponto de honra derrota-los, dentro e fora das quatro linhas."

Benfica-F.C.P (1992) - "Depois da festa, foi o fim do mundo. Distribuímos pancada por tudo o que fosse vermelho.""Surgiu a ideia de criar os ultras Portugal com elementos dos super dragões e da claque do Sporting. A primeira viagem foi contra a Itália.(...) No caminho, o Borrego lançou um concurso que consistia em ver qual era a claque que mais roubava (...) Foi o caos em Andorra! Lojas e mais lojas cheias de maquinas de filmar, roupa, tabaco...Tudo à mão de semear. Ficamos em transe."

Guimaraes-F.C.P. (1994) - "Houve um policia que se armou em esperto e deu uma bastonada num gajo. Veio outro por trás, deu-lhe uma sarda, ele ficou lá esticado."

Braga-F.C.P.(1995) - "Pelo que se comentava, muito do pessoal tinha notas falsas para comprar os bilhetes e ainda trazer troco."

Juventos-F.C.P (2001) - "Abri o cortinado das hospedeiras e vi o Aleixo e o Caveira aos beijos e aos apalpanços (...) Os outros começaram a puxa-las, a dar-lhes surras no cu e a apalparem-nas...Depois, o co-piloto começou a falar comigo a explicar que tinham roubado a carteira ao comandante. Ele estava fodido e já queria aterrar o avião, antes do tempo! (...) Os cães sentiram o cheiro a ganza que os gajos fumaram durante o voo..."

Corunha-F.C.P(2003) - "Só os vi em cima dele a disputarem o telemovel, a camisola, as calças, o dinheiro. Quando me apercebi do que ele estava a dizer vi que era espanhol. Não queria acreditar que tinham raptado um puto de 17 anos. Os cabrões, como íamos de porta aberta, viram o chavalo e meteram-no para dentro do autocarro. Fiquei cego e enchi-os de porrada."Vocês, são doidos! Se queriam roubar, roubassem antes de entrar".

M.United-F.C.P. (2004) - "Nunca vi uma coisa daquelas no free shop. Até montras de ouro tinha. Foram dez minutos. Uma rapadela total."


Agora questiono-me eu... será que a justiça anda a dormir enquanto o senhor tem a distinta lata de escrever os seus próprios crimes e não se faz nada?????
Ou será que não são crimes suficientes para se colocar a hipotese de o prender????
Ou haverá qualquer outra razão???
Etiquetas: , , , , | edit post
Reacções: