O sol tremendamente africano




















O sol tremendamente africano
risca caminhos de sangue sobre a sanzala


na minha sanzala o sol tremendamente africano
enche as cabaças com o silêncio dos imbondeiros


e semelhantes ao sol o tapete verde enche os peitos
nas liturgias da puberdade com os sexos cheios de futuro


na minha sanzala o sol arde
enche os sexos
com apelos de amor



Samuel de Sousa
Etiquetas: , , | edit post
Reacções: 
2 Responses
  1. Says:

    Oi, meu amigo tão querido para mim!
    Obrigada pela visita e olha já estou levantando o astral, hoje postei uma receitinha de torta Alemã, pra alegria das minhas alunas virtuais...hehehe
    Obrigada, e sinto falta de vc e toda a sabedoria e sincera amizade que sempre me ofereceu!
    Beijos!!!


  2. Mankakoso Says:

    Ando gostare bwé da sua brógue.
    Kandandu!