Eu tinha fome

























Eu tinha fome
e vós fundastes um clube humanitário
para discutir sobre a minha fome
Agradeço-vos!

Eu estava na prisão
e vós correstes à igreja
a rezar pela minha libertação
Agradeço-vos!

Eu estava nú
e vós examinastes sériamente
as consequências morais da minha nudez

Estava doente
e vós ajoelhastes a agradecer ao Senhor
o dom da saúde

Não tinha casa
e vós pregastes o amor de Deus
Parecíeis tão piedosos, tão perto de Deus...

Mas eu ainda tenho fome, continuo só,
nú, doente, prisioneiro e sem casa.
Tenho frio!



Poesia anónima do Malawi
in Além Mar - Dezembro 1984
Etiquetas: , | edit post
Reacções: