Os sobreviventes depõem




























Assim foi:
A terra calou-se
Um enorme clarão de fumo
Evadiu para as nuvens
Não era terramoto.
Nós vimos

O solo alastrou-se de sangue
Os homens desapareceram
As árvores quebraram-se
Não era terramoto
Nós vimos

As nuvens cobriram-se de água
Os pântanos secaram
As vozes sucumbiram
Para além do Oceano Atlântico
Não era terramoto
Nós vimos

E neste solo arável
Amável como a massambala
Vive nada para sobreviver
Mas com certeza de valer
E tudo isso nós vimos
E sabemos quem foi

E se alguém duvidar
Mostrar-lhe-ei as costas esquartejadas
Os olhos cobertos de sangue
O coração respirando balas
As pernas com muletas
As ruínas da Cahama
Os vestígios de Xangongo

E tudo... E tudo
Que venham só
Aqui estamos nós
Os sobreviventes


Kudijimbe
Etiquetas: , , | edit post
Reacções: