Brilhante!

























"Ter vivido a infância e a juventude em África não significa, necessariamente, conhecer África e os africanos mas ajuda, quando se conviveu com africanos da mesma idade, se comeu o funge da mesma lata leite Nido negra do fumo da fogueira, se bebeu da mesma água da chuva, se dormiu na mesma cubata, se tenha ouvido a transmissão oral da vida da família, se tenha queimado os pés na areia encarnada a ferver de sol. Ajuda, mas não basta. Não basta dizer-se que se tem coração negro enrolado em pele branca. A inversa também vale. Nenhum branco tem o direito de vestir a pele negra simplesmente porque nunca chegou a sentir a humilhação, a exploração desumana, a ignorância atrevida, o abuso interesseiro, numa sucessão de centenas de anos, não foram escravizados e enviados para o Brasil, para os Estados Unidos ou para a Jamaica, não tiveram necessidade de mostrar um cartão assinado todos os dias pelo patrão empregador, não conheceram o chicote do diligente cipaio seu patrício, não carregaram sacos de café, não escavaram a terra em busca de diamantes."


Helder de Sousa em Mais, sempre mais!!...
Vale a pena acompanhar o blog e, particularmente, ler aí Juventude eterna. Com a devida vénia respiguei um pequeno trecho para, digamos assim, abrir o apetite.
Fantástico.
Etiquetas: , | edit post
Reacções: 
2 Responses
  1. Denudado Says:

    Cacusso, o meu amigo antecipou-se-me! Estava eu a agendar uma postagem de algumas passagens do artigo no meu blog, quando deparo com este seu post. O artigo Juventude Eterna, de Hélder de Sousa, merece bem que lhe seja dado o devido destaque.

    Um abraço


  2. APC Says:

    Fantástico mesmo. Vou ler! :-)