"Quão manipuláveis somos?"

Um estudante de Idaho, EUA, ganhou o primeiro prémio numa Feira de Ciência, demonstrando a que ponto está a população sujeita a alarmar-se por razões pseudo-científicas e a propagar receios ambientalistas infundados.

No âmbito do seu projecto, pediu a cinquenta pessoas que subscrevessem um abaixo-assinado exigindo o controlo restrito, ou a proibição total, de uma substância química designada "monóxido de diidrogénio" (dihydrogen monoxide).

Eis a fundamentação:
1. pode causar transpiração excessiva e vómito;
2. é um dos componentes da chuva ácida;
3. no estado gasoso pode causar sérias queimaduras;
4. a inalação acidental pode ser letal;
5. contribui para a erosão;
6. diminui a eficiência dos travões dos automóveis;
7. foi encontrado em tumores malignos terminais.

Das cinquenta pessoas abordadas, quarenta e três subscreveram a proibição da substância; seis mostraram-se indecisos; apenas um sabia que "monóxido de diidrogénio" é água.

O título do projecto era "Quão manipuláveis somos?"
Etiquetas: , , | edit post
Reacções: